PANACÉIA DELIRANTE

sábado, 11 de abril de 2009

Todo mundo espera alguma coisa de um sábado à noite



Sendo hoje sábado de aleluia, acredito que deveria escrever algo para celebrar esta data. Mas o quê? Será que deveria dar algum conselho, ou sugerir uma reflexão para o resto do ano? Que piada! Se pudesse dar um conselho seria às avessas: erre, ainda que conscientemente, abra espaço para as experiências não vividas... Mas não combinaria comigo, até combinaria, mas não tenho nem idade e nem moral para dar um conselho desses (mas se a carapuça servir, vá fundo).
Já sei! Um conselho batata: leia poesia, biografias e converse com os mais velhos (principalmente com os de mente jovem), faça o jogo do contente, dê comida aos mendigos, use protetor solar, coma chocolate e tome um porre com seus amigos. Jesus bebeu vinho com os seus antes de morrer e disse para fazermos o mesmo. Ame, ainda que de mentira, pois é melhor uma falsa emoção do que emoção nenhuma. Viaje, ainda que pela sua cidade, ainda que pelo seu quarto.
Faça de vez em quando uma faxina moral: jogue fora os hábitos que te atrapalham, as pessoas que te empatam e as sensações de “de javú”. Menos televisão! Menos televisão a não ser para assistir num dia de frio, usando meias, lençóis, comendo pipoca, brigadeiro ou qualquer outra coisa que lhe apetece. Menos roupa! Principalmente em Salvador que está um forno, principalmente se estiver em casa, durma com pouca roupa, ou roupa nenhuma.
Amanhã é domingo, dia da ressurreição, dia de fartura. Então: um brinde à fartura, uma vida farta para todos. Viva a vida fartamente até ficar farto dela. Desejo isso para você e para mim. Prefira colesterol alto a anemia, cansaço a preguiça. Comam muito chocolate (dieta é coisa de segunda-feira). Jogo para o universo esses votos e rezo para que caiam sobre mim...

Um comentário:

Milena Flick disse...

"Viva a vida fartamente até ficar farto dela" - adorei...