PANACÉIA DELIRANTE

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Fraqueza




Porque não é só isso
Nem tudo isso
Não é tanto
Tampouco, é nada
Para muito, falta tanto.
Para aquilo, falta quase.
Para mais, falta coragem.
Para o fim, falta o impulso.

2 comentários:

Eduardo Medeiros disse...

Lara, um grande abraço para você.

Mas não é só isso
só abraço
é abraço poético
assim como teus versos

Rafaelle Costa disse...

Gostei dos pemas seus, da fotografia tbm.. volto por aqui.