PANACÉIA DELIRANTE

domingo, 8 de março de 2009

Sonho meu

Se ganhasse numa promoção de chocolates o direito a uma video-conferencia com Deus. Se o sabão em pó Minuano me oferecesse o poder de fazer uma pergunta a Deus, seria essa:
- Senhor, porque agente esquece o que sonha?
Se pudesse dar pitaco na criação, gostaria de saber direitinho de onde surgiu essa ideia de apagar os sonhos. Os sonhos são espelhos invertidos, multicoloridos. O sonho é a transformação da vida, que é prosa, em poesia. O sonho é a revelação, o suspense e a constatação.
Não lembrar de um sonho é escrever uma carta para si mesmo e não receber...

Um comentário:

Fulô de Pitanga [Laura Franco] disse...

sonhar é viver em outra dimensão.