PANACÉIA DELIRANTE

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Recado II


Meu bem,


Não agüento mais de tantas saudades. Essa semana comecei a arrumar a casa para a sua chegada, embora não me você tenha dado nenhuma garantia de que viria. Não quero dessa maneira lhe pressionar, apenas demonstro que penso em você (até mesmo quando   faço o possível para fingir que não).

Não tenho nenhuma novidade que queria contar por carta.  Desenvolvi uma nova – e revolucionária - teoria sobre a qual poderemos discutir pessoalmente. Por sorte, ando muito menos radical quanto ao consumo de cerveja, o que pode facilitar o nosso debate (principalmente se for uma Malzebier). 

Arrumando a casa, encontrei aquele cartão velho que lhe pertence. Está separado e escondido da diarista, que pode achar que é lixo e jogar fora.  Esta semana o telefone ficou mudo, não sei se você tentou ligar, gosto de imaginar que sim e por isso me justifico. Agora ele já está funcionando e se quiser telefonar, passarei o fim de semana em casa. Semana passada, aluguei diversos filmes de comédia romântica e fiquei chorando e comendo brigadeiro. Dessa vez alugarei filmes do Tarantino e comerei uma peça de picanha (dessas que sangram bastante). 

Como pode ver, continuo fazendo as mesmas bobagens de sempre (as boas e as ruins). Esses dias, minha tia que é médium me trouxe notícias de finados parentes que hoje habitam o além,ou seja, só não consigo notícias suas. Será que tenho que te matar para isso? Pelo sim pelo não, evite aparecer no final de semana (afinal, são filmes do Tarantino).

Até hoje espero a resposta da última carta, se essa ficar sem resposta ou se você não aparecer para me fazer uma visita, pode me esquecer que eu farei o mesmo. 

Beijos rancorosos


Obs: Se vier, traga sorvete e estará perdoado.

3 comentários:

Bruno de Sousa disse...

levo de flocos. Gostas?

Lara Couto disse...

Você poderia levar de jiló, que estaria imensamente feliz

LÁGRIMAS DE UMA FLOR disse...

Olá Lara!
Estive hoje na UFBA para ver a apresentação da peça Dorotéia. E estou aqui para conhecer um pouco mais do grupo e de suas integrantes. Amei o seu blog! Essa dentre muitas outras postagens são de uma doçura e sinceridade. Me identifiquei com essa postagem,apesar de não visto por completo seu blog. Mas, você escreve como quem flutua com o lápis no papel em branco. Continue escrevendo, que continuarei aqui te acompanhando! Beijos!